12 dicas para acumular milhas e viajar de graça

12 dicas para acumular milhas e viajar de graça pelo Brasil e pelo mundo. Chega de pagar caro por passagens aéreas, use a cabeça e nossas dicas para acumular milhas e viajar de graça pelo Brasil e pelo mundo usando milhas.

Já pensou em como está caro, ultimamente, uma passagem aérea? Talvez você não saiba, mas existem várias maneiras de converter ações do seu dia a dia em milhas aéreas e, assim, conseguir com o tempo uma quantidade para viajar de graça pelas principais companhias aéreas do Brasil.

12 dicas para acumular milhas e viajar de graça pelo Brasil e pelo mundo

Nesse artigo fizemos uma compilação de várias dicas para acumular milhas e viajar de graça pelo Brasil e pelo mundo, espero que aproveite essas dicas e acumule milhares de milhas, a partir de agora, com ações do seu dia a dia, sem complicação.

Essas dicas para acumular milhas foram testadas inúmeras vezes por centenas de pessoas que já viajam usando exclusivamente milhas e agora é a sua vez de aproveitar também.

→ Como ganhar R$100,00 para hospedagem pelo Airbnb agora!

1- Comprar produtos de empresas parceiras

Ao fazer as compras do mês no supermercado, encher o tanque do carro ou comprar um celular novo, talvez você não saiba, mas você pode acumular milhas. Cada programa de fidelidade tem as suas empresas parceiras e você pode ganhar pontos nas compras.

Se ainda não sabe quais empresas aéreas são parceiras e comece a acompanhar as promoções realizadas pelos programas de fidelidade em parceria com as varejistas e prestadoras de serviços.

Elas são divulgadas nos sites, apps e redes sociais dos programas e duram poucos dias. Em alguns casos, chegam a 10 pontos por real consumido.

Portanto, fique ligado. Cada empresa parceira tem suas condições de pontuação e, para pontuar, basta fornecer o seu CPF no momento da compra e dizer que deseja acumular milhas no seu programa.

2- Acumular pontos em duas companhias, no máximo

Menos pode ser mais, quando se trata de acumular milhas. É mais inteligente juntar muitas milhas em poucos programas de fidelidade do que poucas em vários. Escolha um ou dois programas mais vantajosos para você, que têm mais voos na sua região.

Pesquise muito antes de definir as duas companhias que vai optar por juntar as milhas.

3- Escolha o cartão de crédito certo

Escolha corretamente o cartão de crédito para ganhar milhas aéreas, considerando a quantidade de pontos recebida por compras, a taxa de anuidade e o prazo para os pontos expirarem, além de outros benefícios.

Esses itens variam muito de um cartão para o outro, inclusive dentro do mesmo banco. A melhor forma de pesquisar essas condições é pelas páginas dos cartões dentro dos sites dos bancos.

Um ponto por dólar é a quantidade mínima indicada para o cartão valer a pena. Em alguns casos, você pode ter o cartão sem ser correntista do banco.

4- Aproveitar os bônus de transferências

É cada vez mais comum os programas de fidelidade realizarem promoções. Funciona assim: se você transferir uma quantidade mínima de pontos do cartão de crédito para o programa, na data estipulada, você ganha um bônus entre 30 e 100%.

Vale a pena esperar as promoções para transferir seus pontos, pois geralmente eles têm prazo de validade de dois anos no cartão de crédito e no programa de milhagem. Se você transfere logo para o programa, perde o prazo do cartão.

A melhor forma de acompanhar as promoções de bônus é pelo app dos programas de milhagem ou pelas redes sociais. Você também pode assinar a newsletter de cada programa e receber por e-mail.

5- Fazer o cartão da companhia aérea pode ou não valer a pena

As companhias aéreas oferecem cartões de crédito próprios, que transferem os pontos automaticamente para o programa de milhagem. Eles oferecem alguns benefícios, como parcelar a passagem em até 10 vezes sem juros, receber descontos e ser o primeiro a entrar no avião.

Sua desvantagem, no entanto, é que os pontos vencem mais rápido, porque o usuário só ganha o prazo de validade do programa de milhagem, e não o do cartão de crédito também.

6- Pontuar em viagens com companhias parceiras

Voos internacionais permitem acumular pontos suficientes para fazer até duas viagens no Brasil. Por meio de alianças das companhias brasileiras com as estrangeiras, você pode ganhar milhas em programas de fidelidade nacionais.

Não se esqueça de pontuar as milhas ao comprar o bilhete pelo site ou ao fazer check in. Se não, depois o processo pode ser burocrático.

7- Reservar hotéis em plataformas parceiras

Alguns programas têm parcerias com plataformas online de reserva de hotéis. Para cada diária reservada, você pode acumular milhas.

Fique atento se vale a pena reservar no hotel parceiro, para não sair perdendo.

8- Comprar ou transferir milhas de outras pessoas

12 dicas para acumular milhas e viajar de graça

Você pode comprar milhas ou transferir pontos entre contas de um mesmo programa de fidelidade e, assim, completar o seu saldo ou o de outra pessoa para fazer uma viagem.

9- Programas de fidelidade de postos de combustível

No Brasil, os postos Ipiranga e Petrobrás possuem programas de fidelidade (Km de Vantagens e Petrobrás Premmia, respectivamente) que dão a possibilidade de trocar os pontos por milhas aéreas.

Mesmo com as novas regras, que reduziram um pouco o potencial de acúmulo de pontos, o Km de Vantagens ainda continua sendo bem mais vantajoso que o Premmia. O fato de o Premmia não cobrar pela conversão em milhas (O KmV cobra uma taxa de quase R$ 300) faz as pessoas pensarem que é mais vantagem acumular os pontos por ele, mas quando a conta é feita na ponta do lápis, você percebe que gastará mais que o dobro em combustível para alcançar pelo Premmia a mesma quantidade de milhas que alcançaria com o KmV, mesmo com a taxa de conversão.

A única diferença que justifica priorizar o Premmia é a companhia aérea parceira de cada um dos programas: enquanto o Premmia é parceiro da Azul, o Kilômetros de Vantagens só transfere pontos para a Multiplus/Latam.

A Shell que não é boba, firmou uma parceria com a Smiles Gol, onde utilizando o aplicativo de abastecimento pré-pago Shell Box, você pode acumular milhas na paridade R$ 1 = 1 milha Smiles.

10- Clubes de Milhas

Antigamente uma opção disponível apena para os clientes do programa Smiles da Gol, com Clube Smiles, hoje há também os clubes Multiplus (Latam) e Tudo Azul (Azul), que dentre vantagens interessantes como prazos maiores de expiração e acesso antecipado à promoções, oferecem planos de acúmulo de quantidades fixas de milhas, mediante o pagamento de mensalidades que giram em torno de R$ 40 para os planos mais simples.

Acaba sendo um bom negócio, considerando que você gastaria mais comprando as milhas direto no site, e que para acumular 1000 milhas (quantidade oferecida no plano básico) no cartão de crédito você teria que gastar o equivalente a uma média de 500 a 1000 dólares (dependendo da paridade do seu cartão).

Como são comuns as promoções de trechos promocionais por 6000 milhas (nacionais e América do sul), é um bom negócio ir juntando aos pouquinhos para garantir, pelo menos, uma viagem no ano.

11- Acumule milhas de graça fazendo exercícios

Já ouviu falar do Heartbit/Mova Mais, o aplicativo que transforma os resultados das suas atividades físicas em pontos Multiplus?

O app está disponível tanto para iOS quanto para Android, e funciona em conjunto com aplicativos de monitoramento já conhecidos, como Strava, Mapmyrun e Runkeeper, colhendo através deles os resultados de cada atividade que você completa e ainda te desafia com metas que valem bônus de pontuação.

Pare de acumular gorduras e comece a acumular milhas 😉 .

12- Dê preferência a vôos com conexão

Se você é cliente de programas de fidelidade que contabilizam as milhas pela distância percorrida, prefira, sempre que possível, viajar em vôos com conexões para uma maior bonificação.

E você, tem dicas para acumular milhas e viajar de graça? Deixe nos comentários.

12 dicas para acumular milhas e viajar de graça
5 (100%) 3 votes

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.